quarta-feira, dezembro 23

Natal 2009




O Natal propicia-se a ser uma época em que sentimos mais a vida... - aquela que possuímos desde o nosso início, e que nos faz respirar, aquela que faz desenvolver em nós os mais variados sentimentos, aquela que nos lembra o que ficou para trás e que acende os arquivos dourados da memória e aquela que nos projecta para os sonhos que faltam ainda realizar. É a vida, ela toda, a pulsar, a fervilhar, a fazer vibrar todos os nossos sentidos neste tempo.
Nesses sentidos, o Natal desperta-me sempre em cada um deles, aspectos muito próprios, muito específicos sem os quais o Natal não é certamente o mesmo. As luzes, os doces, os aromas, as músicas, as tarefas,... tudo tem o seu lugar e não pode ser dispensado. Como posso não sentir a azáfama das compras das pessoas que saltam de loja em loja sob um céu colorido de sinos, renas, estrelas, que se acendem e piscam iluminado ainda mais as ruas? Como posso perder a dedicação e o exercício de criatividade em construir, ao som dos velhinhos LP's de músicas de NAtal, um presépio diferente, e sentir o cheiro do musgo ou das lâmpadas já escurecidas pelo tempo? Como posso escapar a amassar e bater as filhós sentindo na pele o azeite a ferver misturar-se com a farinha e os ovos? Como posso não me sentar a escrever mensagens de Natal ao som do 'Christmas in Killarney' ou 'Frosty, the snowman' rodeado de azuis, prateados, folhas de azevinho,... entre mãos? Talvez dispense passar uma tarde a procurar onde estão escondidos os presentes para a manhã de 25 mas serei capaz de passar por cima de uma dedicada escolha de presentes para oferecer?...
Certamente que isso, se assim, fosse, nós seria o Natal, pelo menos, aquele que eu, desde que me cortaram o cordão umbilical, fui construindo e que posso partilhar. Não posso cortar com este cordão que se foi formando porque só se nasce uma vez... O que importa, é que se dá sentido ao nosso nascimento para que ele perdure... Afinal não é isso que celebramos? Um nascimento que permanece VIVo?...
Feliz Natal!

photo: Jocelin

1 Comments:

Anonymous Sónia said...

Sim, isso é que importante. Em cada Natal celebrarmos o nascimento :)

Feliz Natal!!!

24 dezembro, 2009 16:52  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home