sexta-feira, dezembro 15

Póvoa - Estarreja

This is a trip that I do ocasionally last times. It has beautiful sights in the early morning and at the evening, specially in the summer. We can see all type of scenarios depending the day and the hour. If we pay attention to what surrounds us we can find some little details that are very beautifull... They really may give us a different attitude to go through over the day or just to evaluating it.
Habituei-me a fazer esta viagem algumas vezes, por necessidade. É, de facto, um passeio excelente se o quisermos ver desta forma. Seja cedo, numa manhã de Inverno, por entre a névoa matinal sentindo no ar a respiração sonolenta dos campos, dos ribeiros, das árvores, despertando mais tarde para uma vista da outra banda de cortar a respiração para um Porto iluminado pelo sol da manhã. Seja ao fim da tarde, assistindo ao frenesim do regresso a casa entre sacas de compras para a refeição, entre encontros e partilhas diárias e contemplando, no silêncio do pulsar cadente do comboio nos carris, mesmo sobre as dunas, um quente pôr do sol de Verão.
Talvez a rotina deste percurso nos deixe um pouco frios na apreciação que fazemos destas pequenas coisas. Mas é de todo, num olhar diferente que, em cada dia, podemos depor sobre elas que pode tornar diferente, mais deliciosa, mais refrescante, a forma como enfrentamos o dia. Ou mesmo, fazer da avaliação que reflectimos no seu findar um exercício tonificante e desintoxicador da teia trôpega que por vezes encontramos durante o dia. Tudo se transforma então numa visão mais livre, genuína, cristalina, de uma simplicidade bela e, consequentemente, mais objectiva e verdadeira...
Com subidas de taxas de juro, inflação crescente, poder de compra reduzido, desemprego,... e tantas outras coisas que nos transportam o pensamento para a conta bancária... todas estas maravilhas nos querem passar ao lado... gratuitamente, custando apenas o esforço, físico e mental de nos concentrarmos nelas e nos darmos um pouco à sua contemplação.
Há tesouros incalculáveis aos nossos olhos, prontos a serem conquistados que nunca o serão, nem no grafismo colorido de um cartão de crédito...

2 Comments:

Blogger gota de chuva said...

Haverá alguma viagem onde não passem diante dos nossos olhos coisas dignas e lindas de ver?
Bem, o que está lá fora depende do que os nossos olhos vêem.:)

20 dezembro, 2006 15:05  
Blogger emlino said...

...de, SE vêem, de, COMO vêem e do que QUEREM ver... (se me permites)

28 dezembro, 2006 19:36  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home