quarta-feira, junho 21

Ideias Penduradas 1


"The best things on life are not things"
Sometimes, if we look carefully to the messages that appear right in front of our eyes, we can discover thoughts, ideas, or other kind of messages that can redraw the sight of the things, or just remind us that there is much more beyond their physical appearance.
Ainda há quem diga que os ambientes de café são muito pouco ou nada educacionais.
Esta era uma mensagem que vinha num copo... E, ainda que pensada de uma forma promocional... nisto o marketing é especialista, descobrir necessidades materiais e imateriais... não é dessas que me refiro...
Para aqueles que procuram ter os olhos abertos para a vida, reler e meditar estas ideias penduradas, que nos aparecem como que camufladas, como se atropelassemos com a face uma teia que não vemos mesmo à nossa frente, é uma boa forma de aprender ou relembrar estas pequeninas riquezas que nos podem tornar mais libertos de um mundo, mais apaixonados pelos outros e por nós próprios, mais sensíveis para ver, ouvir, tocar, cheirar, saborear...

Agarrarmo-nos ao desafio do desprendimento total às "coisas" poderia ser um lema de vida que outros, já antes, nos mostraram ser possível para uma verdadeira e redentora realização.
Podemos, nós, também deixar que os laços que nos unem a mundo palpável se desfaçam numa nuvem atómica do pó que eles própios personificam. E, deixando esse pó na terra, elevemo-nos em direcção aos laços que nos tornam natureza humana, aquela que não tem distância, que tem uma altura infinita, que a profundidade só se conhece no silêncio.
Mas começar a pensar e a interiorizar que 'as melhores coisas da vida não são coisas' é um bom começo para alimentar a esperança de que se pode VIVer para além desta corporiedade.

1 Comments:

Blogger PanteraÁgil said...

Sem dúvida, que as melhores coisas da vida não são coisas! Não podia estar mais de acordo! Bom apanhado.... O que um copo nos pode dizer... e não foi preciso deixar de estar sóbrio ;)

22 junho, 2006 12:07  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home