terça-feira, junho 13

A cultura também tem horários... e são para cumprir...

Some days ago, I and some friend's tried to go to the theatre. We arrived 10 minutes over the beginning of the show and they didn't let us in... but there were still tickets... I was sad cause we couldn't go... May be now there isn't the necessary of people to fill the room... Those who want to have access to the culture, sometimes, frustrate their intentions and then we are called of 'uncultured people'...
Há dias atrás, eu e mais uns quantos lá nos decidimos a ir ao teatro. Como era à semana, e deslocado do nosso meio habitacional, implicou alguns cuidados e ligeiras alterações aos horários habituais (do jantar,... entre outras coisas...) para além de que se torna complicado gerir horários quando se trata de combinar qualquer coisa entre várias pessoas.
A queimar um bocadinho os limites de velocidade mas tendo a sorte de arranjar um bom local para estacionar chegámos ao Rivoli com 10 minutos de atraso para a hora de começo.
Infelizmente não nos deixaram entrar... Não que não houvesse bilhetes, porque havia... Não que a bilheteira estivesse fechada porque não estava... mas porque já era tarde (10 min.)... e o espectáculo tinha de começar...
Se por um lado fiquei triste por não ter tido a oportunidade de assistir àquela peça - atendendo também ao esforço de cumprir o horário, à deslocação... -, fiquei contente por saber que já não se anda a mendigar por público para encher as salas mesmo quando ainda há bilhetes... e que nalgum lado os horários são para cumprir... Só é pena é que isso tire a oportunidade de acesso à cultura de muitos que, pelo menos, até mostram interesse....... Aliás, a cultura VIV-se e respira-se por todo o lado.......

3 Comments:

Anonymous Joao said...

Secalhar ia ser acustico :). Tanta corrida inicial, para chegar a uns planos frustrados. E no entanto encontraste um tempo novo, tempo que já não existia porque tinhas planos. Este é o melhor tempo. Quando nos acontece algo que não podemos evitar e somos levados (obrigados?!) a viver de modo diferente. Quanto à cultura, bem quem lá está no palco certamente não se importaria, mas as manias de criar regras estranhas (tendo em conta que nenhum espetaculo começa a horas...) é um habito dificil de desenraizar :).

13 junho, 2006 11:38  
Blogger emlino said...

Acho que o mais importante acabou por ser isso mesmo. Saber valorizar e tirar partido do tempo que se nos é oferecido sem contar. Acontece que os amigos e os espaços (Porto) tornam essa busca muito mais fácil... :) Foi realmente um tempo bem VIVido. :)

13 junho, 2006 13:48  
Blogger PanteraÁgil said...

Pois... concordo com o joao.... certamente seria "muito acústico" e, provavelmente, até foram melhores os momentos passados em alternativa ao teatro... e se calhar nem ias lá ver o que querias. hi hi hi hi hi hi ;)

13 junho, 2006 15:49  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home